segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

O VERDADEIRO NATAL

Puxa! Como o ano passou rápido! Já estamos quase no natal! Já vemos casas enfeitadas, árvores natalinas montadas em espaços públicos, igrejas preparando suas programações especiais e muita, mas muita gente gastando o que pode e o que não pode. É, esse é um dos problemas desse período: tendemos a focar mais o material do que o espiritual. Gastamos um dinheirão para atender às exigências da sociedade (roupas novas, peru, bacalhau, presentes, etc) e acabamos iniciando o ano pagando as contas do anterior. Isso é natal? Definitivamente, não. Todos esses elementos “imprescindíveis” foram acrescentados à festa para nos fazer gastar mais e mais. O pior é que caímos direitinho nessa.
Quero te convidar a fazer algo diferente neste natal. Ao invés de apenas brincar de “amigo oculto”, deixe de ser oculto na sociedade. Faça a diferença! Pregue e viva o evangelho! Ao invés de gastarmos um dinheirão em guloseimas que só vão nos trazer problemas de saúde, ajude alguém que necessita, que tem menos que você. Faça isso não só no natal, mas ao longo de todo o ano. Ao invés de esperar receber presentes, presenteie as pessoas com o evangelho, anuncie a Palavra! Trabalhe para Deus, use seus dons para edificação do Corpo de Cristo.
O nascimento de Jesus deve nos levar à reflexão a respeito do valor do ser humano. Porquanto, para resgatá-lo, Deus foi capaz de se autolimitar e nascer como homem. O que você tem feito pela humanidade? O que você tem feito pelo próximo? Será que abraçamos o espírito dessa festa capitalista e passamos a pensar só em receber? Ou será que, como Jesus, temos pensado nos outros e ajudado? Mas a quem devemos ajudar? A todo aquele que perece, que passa fome (tanto física quanto espiritual), que sofre. Além da ajuda que devemos dar aos nossos irmãos que têm trabalhado sozinhos na obra enquanto nós assistimos de camarote. Precisamos arregaçar as mangas e trabalhar! Feliz natal!

Pr. Cremilson Meirelles

Nenhum comentário:

Postar um comentário