quinta-feira, 15 de agosto de 2013

QUEM TEM PROMESSA DE DEUS NÃO MORRE?



Essa é mais uma das frases de sucesso do mundo gospel. Contudo, o simples fato de estar na boca do povo e, até mesmo, fazer parte de letras de canções famosas, a torna verdadeira? Alguns acreditam que sim. Até porque, as pessoas têm medo de contrariar aquilo que a maioria crê. Apesar disso, não podemos esquecer que a nossa única regra de fé e prática é a Bíblia. Logo, antes de aceitarmos qualquer doutrina, devemos submetê-la à aprovação das Sagradas Escrituras.
Pois bem, logo de cara podemos perceber que tal doutrina não se sustenta biblicamente, visto que existe uma promessa para todo cristão feita pelo próprio Cristo. Isto é, Ele afirmou que voltaria (Mt 24.29,30; Jo 14.1-3). Se fosse como a frase acima diz, nenhum de nós passaria pela morte física. Aliás, como se cumpriria a promessa da vida eterna, visto que, para que ela se cumpra, precisamos morrer? Estaríamos, então, condenados a passarmos a eternidade nesse mundo corrompido?
A esse respeito, o escritor aos hebreus ajuda-nos significativamente, pois dá um golpe fatal nesse pensamento quando afirma que Abraão, Isaque e Jacó morreram sem receberem o que lhes fora prometido: “Todos estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas; mas vendo-as de longe, e crendo-as e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra” (Hb 11.13).
Amado, a morte física não é empecilho para que Deus cumpra suas promessas, pois “para Deus vivem todos” (Lc 20.38). As promessas feitas a Abraão se cumpriram mesmo depois da sua morte. Além disso, ao contrário do que a maioria pensa, a morte física, para o cristão, não é algo ruim. Paulo, inclusive, afirma que para ele morrer é lucro (Fp 1.21). A própria Bíblia nos diz que Deus tem prazer na morte dos seus santos (Sl 116.15). Ora, é óbvio que Deus fica feliz em nos ver adentrar a morada celeste, abandonando este mundo cheio de sofrimento. O problema é que as pessoas acham que quem morre, mesmo tendo Cristo, perdeu. É como se nós estivéssemos melhores do que o cristão que partiu. Isso é contrariar nossa fé! Até porque, “se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens” (1Co 15.19).

Pr Cremilson Meirelles

Nenhum comentário:

Postar um comentário